Blog - Plamex

Como é feito o reabastecimento de aeronaves?

06/04/2020

Quando embarcamos em um avião, nosso pensamento já está focado no local de destino. Porém, para que possamos realizar a viagem, a aeronave passa por diversos procedimentos antes da sua decolagem, entre eles o abastecimento. Para que o combustível utilizado esteja em perfeitas condições e na quantidade certa, equipes especializadas trabalham nos aeroportos para garantir que o procedimento seja realizado da maneira correta.

O processo de abastecimento do avião exige o máximo cuidado para que não haja contaminação do combustível, ou que o produto não tenha passado por nenhum tipo de adulteração. Caso contrário, o funcionamento do motor da aeronave pode ficar comprometido durante o voo e causar acidentes gravíssimos.

Qualidade comprovada

Vale lembrar que antes da aeronave receber qualquer tipo de combustível, o profissional responsável pelo abastecimento recebe um laudo da companhia abastecedora comprovando a qualidade do produto que será utilizado, evitando que haja a presença de impurezas sólidas e água na composição. Mesmo com a apresentação da documentação, um teste é feito pouco antes do combustível ser inserido no avião. Neste momento, é indispensável que o sistema de filtragem de combustível esteja pronto para impossibilitar qualquer tipo de contaminação, evitando que o funcionamento dos sistemas da aeronave sejam comprometidos durante o voo. Após a finalização da análise da qualidade do combustível, é que o processo de abastecimento do querosene de aviação (JET A-1) é transferido para a aeronave.

Como saber a quantidade de combustível necessária

Para que a aeronave receba a quantidade ideal de combustível, é realizado um cálculo que leva em consideração diversos quesitos sobre o voo, como: a quantidade de passageiros, a distância do trajeto do voo em horas, peso da aeronave e da carga, além da carga da cozinha disponível no avião. Cabe ressaltar que é obrigatório calcular o voo com um faixa de segurança, ou seja, deixar uma margem de erro na quantidade do combustível, caso algum imprevisto aconteça durante o percurso. Por isso, a unidade de medida da capacidade de combustível que cada tipo de aeronave comporta é dada em quilos ao invés de litros, sendo assim, você encontrará a capacidade dos tanques de aviões em toneladas.

Formas de abastecimento

Atualmente, existem diversos procedimentos realizados para a transferência do combustível para a aeronave, são as chamadas: Unidades de Abastecimento de Aeronaves (UAA). Neste momento, a opção pelo processo adequado ao momento garante que o combustível chegue com segurança e qualidade à aeronave. São duas as formas principais de abastecimento: o Caminhão Tanque Abastecedor (CTA) e o Servidor de Hidrantes (SRV).

Caminhão Tanque Abastecedor (CTA): trata-se de um veículo composto com diversos equipamentos, como: tanque, carretéis de mangueira e sistemas de bombeamento, sistema de filtragem, medição e controles. Esse caminhão é responsável por realizar o processo de transferência do combustível do parque de abastecimento de aeronaves e efetuar o abastecimento.

Servidor de Hidrantes (SRV): este é outro tipo de veículo que auxilia no processo de abastecimento das aeronaves, transferindo o combustível através de uma rede de hidrantes e o avião. Esta rede é composta por tanques, bombas e sistemas de filtragem, conectados por tubulações que se estendem até o pátio onde as aeronaves estão estacionadas.

Qualidade em primeiro lugar

Durante todo o processo de abastecimento de uma aeronave é indispensável a certificação do andamento adequado de todos os procedimentos, desde a forma escolhida, até a empresa fornecedora do combustível. Além disso, é neste momento que todos os equipamentos que fazem parte dos sistemas de abastecimento das aeronaves seja produzido por empresas especializadas e que ofereçam total qualidade e segurança para as empresas e passageiros, como é o caso da Plamex.

Acesse nosso site e confira todos os nossos produtos em soluções para abastecimento e armazenagem.

Notícias relacionadas

06/04/2020

Regras para garantir a segurança do frentista

A NR 20, norma regulamentadora do Ministério do Trabalho e Previdência Social, fala sobre a segurança e saúde no trabalho com inflamáveis e combustíveis e é majoritariamente dela que vamos tratar neste artigo.

Ler Mais
06/04/2020

A importância da gestão ambiental em postos de combustível

Os postos de combustível prestam um serviço essencial para as pessoas, oferecendo a elas a oportunidade de utilizarem os meios de transporte para se locomover, dentro outros serviços

Ler Mais
06/04/2020

O que fazer quando ocorre vazamento de combustíveis?

Mesmo com toda a tecnologia disponibilizada em sistemas de prevenção e todas as orientações técnicas conhecidas, acidentes são inevitáveis e podem ter graves consequências ao meio ambiente. Por isso, neste post vamos explicar quais ações devem ser tomadas

Ler Mais
06/04/2020

Como funciona a aferição das bombas de abastecimento

A aferição é realizada de acordo com a NBR-15594-1, e visa estabelecer um padrão de garantia e segurança ao consumidor.

Ler Mais

Tem interesse em nossos produtos?

Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato!

Seja bem-vindo!